domingo, 18 de maio de 2014

Aeróbicos e a importância para um corpo sarado


Aeróbicos e a importância para um corpo sarado
Pessoas que desejam um corpo sarado estão constantemente preocupadas com a perda de gordura. Para tal, não apenas a dieta assim como o treinamento aeróbico tem que estar adequado. Queimar gordura no início, quando estamos com muito percentual de gordura, parece ser mais fácil. E cada vez mais técnicas e manobras tem que ser executadas para otimizar os resultados. O corpo tem limites, aperfeiçoa-se e é preciso dedicação e paciência.

Na busca da queima de gordura, podemos enumerar 3 erros comuns:

1 — Continuar nos mesmos esforços

2 — Estratégia errada

3 — O exagero

Muitas pessoas que querem emagrecer acreditam que não devem começar com a musculação, pois estão em outro objetivo. Incluir treino com peso é uma ótima estratégia e até mesmo incluir algo novo. A musculação e novos estímulos não só fazem o músculo crescer, assim como o cardio não só faz a queima de gordura. Essas pessoas esquecem que o músculo é uma das melhores armas para queimar gordura. E mulheres, não se preocupem, não é tão fácil assim construir músculos. Sem maiores esforços, no máximo você terá um corpo mais durinho.

importancia_aerobicos_corpo_sarado

Aeróbicos em excesso atrapalham a perda de gordura também, em consequência do desaceleramento do metabolismo e estresse nas glândulas adrenais e como resultados: menos hormônios para a queima da gordura e enzimasaumento do cortisol que é responsável pela acumulação de gordura principalmente na região da barriga.
 

Aeróbicos x Massa Muscular

As pessoas falam: “se eu adicionar o cardio após o treino estarei catabolizando“. Porém, durante o treino de peso você estará catabolizando também, as fibras estão sendo rompidas para mais tarde serem reconstruídas (e então começa o processo de anabolismo). Claro, que você não irá fazer um treino exaustante de mais de duas horas de corrida em seguida, com certeza não será benéfico.

Como dito anteriormente, um breve aeróbico após o treino com peso irá ajudar na construção de massa muscular pois irá combater um elemento catabolizante: ácido lático. Entretanto, não podemos deixar de levar em consideração a individualidade de cada um quando falamos em ganho de massa muscular. O ideal seria incluir aeróbicos HIIT associados a uma dieta equilibrada sem que eleve em demasia a insulina: refeições equilibradas, carboidratos integrais, gordura boa e proteína em todas as refeições.

O nosso organismo trabalha em conjunto e em compensação. O anabolismo e o catabolismo são duas faces de uma mesma moeda. É preciso compensar o anabolismo em relação ao catabolismo. Como?Alimentação, descanso e treino correto. Se você erra em algum item, nem com zero de cardio por dia você terá sucesso. Se você acha que quando faz o cardio sente a massa muscular indo embora, talvez a alimentação não esteja certa, o descanso… reavalie.
 

Aeróbico ideal

Com uma boa qualidade de um treino aeróbico ele poderá ser curto. De fato, 15–20 minutos de HIIT (high-intensity interval training) oferece o que você atingiria com 40–60 minutos de cardio contínuo. E o melhor, estudos indicam que cardio curtos e em alta intensidade são mais eficientes
na queima de gordura e calorias após os treinos.

importancia_aerobicos

Os treinos de cardio em intervalos devem durar até 30 minutos ou menos. E é ideal para aqueles dias apressados, quando temos pouco tempo para musculação e cardio. Para melhores resultados troque as máquinas sempre (esteira, steps, elíptico, bike…). Faça pelo menos de 3–4 vezes na semana. Ao longo do cardio vá sempre variando a intensidade, velocidade e inclinação das máquinas.