quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014


Fortaleça seus TRÍCEPS com os exercícios corretos


Hoje vamos falar do famoso músculo do “tchau” dito pela mídia, porém não gosto deste termo. O músculo se chama tríceps braquial, é geralmente chamado de “tríceps”. Entretanto, o termo “tríceps” (em Latim significa “três cabeças”) pode ser usado para qualquer músculo que possua três origens.
As três cabeças são:
Cabeça longaInsere-se no tubérculo infraglenoidal da escápula;
Cabeça lateralInsere-se na face posterior do úmero, acima do sulco do nervo radial;
Cabeça medialInsere-se na face posterior do úmero, abaixo do sulco do nervo radial.


E como Trabalhar especificamente cada cabeça do tríceps? SUPLEMENTAÇÃO
Primeiramente antes de prescrever um treino para tríceps, precisamos ver qual cabeça tem maior “deficiência” como um desing isso mesmo. Muitos profissionais preferem seguir prescrições engessadas da época da vovozinha porque tem respaldo cientifico, porém não sabem nem como fazer uma pegada para tal movimento.
Abaixo é demonstrado exemplo de exercícios para desenvolver melhor o tríceps, sempre lembrando que a série, e a ordem deve ser programadas e sequenciadas pelo educador físico, para cada pessoa, não servindo como cola de pessoa para pessoa, devemos respeitar a individualidade biológica.



A circunferência do braço depende dele
O maior músculo do braço é o tríceps, em outras palavras o tríceps é 2/3 do braço o bíceps é apenas 1/3, então não adianta se esforçar ao máximo no bíceps e relaxar no tríceps. Pois já que o tríceps detém o maior volume do braço, parte acima do cotovelo, que é um músculo de três cabeças: a longa, a média e a lateral. Essas cabeças sempre funcionam juntas, então é impossível treinar isoladamente apenas uma delas. O que vai fazer a diferença é o ângulo dos braços que pode mudar a ênfase do exercício e estressar as cabeças de formas diferentes. Muitas pessoas não sabem como os exercícios estão atingindo o tríceps e geralmente enfatizam demais a cabeça lateral e esquecem a média e a longa, sendo que o ideal é estressar todas as cabeças. Ou seja, não adianta se matar de treinar bíceps e não treinar o tríceps.

Erro comum
Um erro comum é trabalhar em excesso justamente o tríceps, negligenciando o fato de que este grupo muscular também é solicitado intensamente nos treinos de peito e ombros. Se você não prestou atenção, o tríceps tem função de destaque em todos os exercícios de empurrar o peso, enquanto que o bíceps tem a função de puxar.