domingo, 28 de junho de 2015

Musculação: como conseguir ótimos resultados.

Ouvimos regularmente falar sobre a musculação. Seus benefícios em relação à saúde e ao bem-estar, e que, inclusive, os médicos recomendam tal prática. Sem falar na parte estética, pois muitos praticantes, de diversas faixas-etárias, mudaram seu físico, sentindo-se mais bonitos e seguros após os resultados obtidos com o treino. Mas a questão é: Por onde começar? Como e quando surgem os primeiros resultados? Todas as pessoas podem praticar? Vejam as dicas de um personal trainner sobre os mitos e verdades dos exercícios com peso. Confira: 

Quem pode praticar a musculação?
Todas as pessoas que estejam aptas a fazerem exercícios físicos, condição obtida através de avaliação médica.

Algumas pessoas apresentam mais resultados do que outras? Por quê?
Sim, existem pessoas que demonstram melhores respostas quando submetidas à prática de exercícios físicos regulares, porque estas realizam rotinas de exercícios mais adequados à suas realidades.

Pegar muito peso pode prejudicar a coluna?
Qualquer carga empregada num exercício, a fim de proporcionar maior esforço do praticante e que ultrapasse o limite de sobrecarga (recurso que proporciona esforço do praticante), pode trazer prejuízos, inclusive para a coluna vertebral.

Algumas mulheres não fazem musculação, pois não acham esteticamente bonito mulheres musculosas, mas, em contra partida, querem enrijecer os glúteos e a barriga, e percebem que só caminhada não rende bons resultados. Como proceder?

Não é nada fácil. Mesmo que fosse esse o objetivo, a mulher desenvolve musculatura expressiva. É necessário explicar que muitas das mulheres que apresentam músculos bem desenvolvidos podem estar fazendo uso de recursos que comprometem a saúde do organismo. Naturalmente, essa condição é bem mais difícil de ser alcançada. E não há no acervo dos exercícios físicos nenhum método mais eficaz para melhorar o tônus e a rigidez dos músculos do que a musculação.

Musculação pode ser indicada para pessoas da terceira idade? Não existe risco de lesão?
Atualmente, a musculação tem demonstrado os melhores efeitos na melhora da condição física na população que se encontra na terceira idade. Melhora na postura, força, equilíbrio, autonomia motora e emagrecimento. Esses são alguns dos benefícios que podem ser destacados. O risco de lesão existirá em todos os casos de mau planejamento dos exercícios. Sem dúvida, por questões como sedentarismo, enfraquecimento dos ossos, hipertensão, entre outras complicações da saúde apresentadas em idades mais avançadas, se faz necessário uma elaboração mais cuidadosa da rotina de exercícios.

Quantas vezes por semana é preciso praticar musculação para alcançar resultados?
A freqüência semanal ainda gera muita discussão. Gosto de dizer que quanto maior a freqüência, maior a chance (quem faz 2x na semana tem que aproveitar muito mais cada treino, pois terá menos oportunidade de estimular o organismo de maneira satisfatória do que alguém que faça de 4 a 5x). Mas isso não traduz mais eficiência. 2x na semana bem planejadas e realizadas trarão, na maioria dos casos, melhores resultados do que 5x na semana mal feitos. O fundamental para obter resultados satisfatórios é realizar uma rotina e adequar-se a sua realidade como um todo: condição física atual, jornada de trabalho, horas de sono, objetivo, viabilidade.

Vi na televisão uma plataforma vibratória, que promete enrijecer os músculos. Será que funciona mesmo?

Esse equipamento apresentará algum resultado para determinadas pessoas, entre elas sedentários, pessoas pouco condicionadas ou em situações pós-operatórias. Em indivíduos com boa condição física, os resultados não serão tão perceptíveis.