segunda-feira, 7 de abril de 2014


Mulheres também podem treinar pesado?


Ouvimos as mulheres comentando regularmente  nas academias  “não vou colocar muito peso, pois não quero ficar forte como um homem?”.
Isso não passa de um mito e diria um tremendo erro! Essa idéia atrapalhará muito seu desenvolvimento no treinamento e seu objetivo ficará cada vez mais longe de ser alcançado.
Nunca, repito nunca uma mulher irá se tornar grande como um homem, existem muitas diferenças fisiológicas e hormonais entre homens e mulheres. O aumento de massa muscular é pouco perceptível nas mulheres, pois estas tem níveis de testosterona muito baixos quando comparadas aos homens e para tristeza de todas, níveis de gordura maiores que vão desaparecendo e sendo substituídas por massa muscular, mas que não permitem que os contornos dos músculos apareçam.
A grande maioria das mulheres, prioriza o treinamento Ergométrico (cardio) , a levantar pesos, muitas vezes por serem mal orientadas, ouvi dizer “meu antigo professor falou que para emagrecer e definir tenho que suar, tenho que correr muito”, sim e não, a massa magra está diretamente ligada ao aumento do metabolismo, mas o tão desejado emagrecimento e construção de um corpo definido é alcançado de varias formas, quanto mais músculo você adicionar no seu corpo, mais fácil será para eliminar gordura, por isso, deve-se manter um equilíbrio entre as atividades com peso e o treinamento Cardio.
Quando puder optar entre um treinamento cardio e a musculação intensa, pensem, temos na musculação todos os benefícios que a atividade aeróbica quer estimular e ainda o aumento de massa muscular.
O treinamento cardio é uma das ferramentas para alcançar seus objetivos, a esteira e elípticos são de suma importância atentar para a intensidade do treinamento.
Temos diversos métodos de treinamento como intervalado, HIIT, baixo descanso, circuito entre muitos outros, cabe ao professor, direcionar o método de acordo com seu cliente, que deve ter sido avaliado previamente por um Médico e Avaliador Físico.
Seria ideal que a frequência cardíaca fosse aferida sempre no treinamento aeróbico, cabendo ao professor, direcionar o aluno iniciante em qual velocidade treinará na esteira, por exemplo, qual a velocidade e peso das suas repetições, e mesmo com o aluno já devidamente adaptado às velocidades e intensidades, as aferições periódicas, devem ser feitas para se manter a eficiência do treinamento, sempre de acordo com a frequência cardíaca para cada indivíduo, claro, será muito mais fácil você conseguir isso com um Personal Trainer, mas converse com seu professor.